Os melhores alimentar para Queimar Gordura

Há alguns dias, nós discutimos o sucesso dos produtos “L-Carnitina“, sobretudo nestes meses antes do verão. Mais complexos e mais caros para o bolso são os conhecidos como “Fat Burners (queimadores de gordura), uma espécie de coquetel explosivo com todos os agentes que possam nos ajudar a perder peso. Estes queimadores, também chamados de “Lipotrópicos” se encarregam de aumentar o nosso consumo calórico com ou sem exercício, mas… onde Estão completamente testados cientificamente?O são contraproducentes?Será que valem a pena?.

Por experiência própria, e apesar de cada pessoa é um mundo completamente diferente, sim, nota-se o consumo de agentes lipotrópicos em relação à perda de peso e, em alguns casos, roçando o que é surpreendente. Isso sim, voltando ao meu caso em particular, o excesso de estimulantes que possuem (em alguns casos, como o famoso “Hidroxycut”, chegaram a ser retirados por conter Efedrina), fez com que tivesse que deixar de tomá-los por subida de tensão que me geraram.

Vamos enumerar alguns deles:

*Colina e Inositol: Duas das vitaminas do grupo B, que se encarregam de acelerar a síntese de gordura no fígado. Ainda não têm respaldo científico confirmado.*Efedrina: Desde há um par de anos, este bronco-dilatador e vasopresor passou para a lista de substâncias proibidas. Misturado com cafeína e/ou aspirina, formavam um coquetel molotov na queima de gorduras (era a base, por exemplo, de “Hydroxicut”), mas os seus efeitos secundários (hipertensão, ansiedade, arritmia, dor de cabeça…) levaram à lista de banidos.*Outros estimulantes: atualmente, ao dever-se a retirar a Efedrina dos Fat-Burners, foram substituídos por outros estimulantes, de menor intensidade, em sua composição: Cafeína, Guaraná.*Garcinia Cambogia: Contendo HCA, alguns a consideram como o substituto mais adequado da efedrina, já que não atinge os limites desta, quanto aos efeitos colaterais.

Existem também outras substâncias consideradas doping por seus efeitos colaterais, de que falaremos mais adiante: Clenbuterol, Fenfluramina…

Mais informações | Alimentação sanaMás informação | Garcinia Cambogia

10 alimentos com mais potássio que a banana

Quando falamos de potássio sempre pensamos em uma excelente fonte do mineral é a banana, entretanto, não é a única alternativa para incluir esse nutriente da dieta e isso fica provado na lista a seguir, que apresenta 10 alimentos mais potássio que a banana.

Se você está procurando cuidar de seus músculos, os ossos, o sistema cardiovascular ou recuperar os minerais perdidos depois de um treino, você pode optar por qualquer um dos seguintes 10 alimentos que trazem mais potássio que a banana:

  1. Acelga: é uma das legumes da época que por cada 100 gramas, oferece 380 mg de potássio, um pouco mais que a banana traz 370 mg em igual quantidade de alimento. Podemos empregar a variedade de preparações e facilmente podemos ingerir uma porção de 200 gramas de acelga para somar mais deste mineral na dieta.
  2. Graviola: uma das frutas que só podemos desfrutar destes meses e que traz 382 mg de potássio por cada 100 gramas. É ideal para desfrutar como sobremesa ou lanche doce, mas saudável.
  3. Cogumelos de paris, este tipo de cogumelos concentram 390 mg de potássio por cada 100 gramas, a quantidade que podemos consumir em uma salada, um salteado, um molho ou uma torta.
  4. Cardo: outro vegetal da estação que não deve ser ignorado, pois oferece 400 mg de potássio por cada 100 gramas. Podemos consumí-lo em um salteado, bagunça, guisado ou estufado para obter todos os seus nutrientes.
  5. Batata: batata que todos nós gostamos, trazem 418 mg de potássio por cada 100 gramas, para que não percamos este mineral, o recomendável é consumi-las ao forno, grelhado ou cozido ao vapor.
  6. Potasio2

  7. Repolho crespo: outra verdura de temporada, que pertence à família das couves e, como temos dito, é uma boa fonte de potássio, pois oferece 450 mg do mineral a cada 100 gramas, que facilmente podemos incluir em uma salada.
  8. Couve de Bruxelas: o mesmo que o alimento anterior, este col traz 451 mg de potássio por cada 100 gramas e são alimentos que encontram o seu melhor momento de consumo por estes meses do ano.
  9. Abacate: além de gorduras boas, este alimento traz 487 mg de potássio por cada 100 gramas, a quantidade que podemos aproveitar, em um molho frio, em uma salada ou um sanduíche.
  10. Níscalos: é um cogumelo comestível que oferece 507 mg de potássio por cada 100 gramas, e que podemos incluir em refogados, molhos, recheios de carnes e massas ou, em bolos e tortas.
  11. Espinafre: uma verdura mais de temporada que podemos consumir em pratos diferentes e que traz 554 mg de potássio por cada 100 gramas.

Como podemos ver, para atingir a cota de potássio de 3500 mg diários, não só podemos recorrer a banana, mas existem muitos alimentos que oferecem o mineral, como estes 10 alimentos que têm mais potássio que a banana e que podemos incluir na dieta habitual.

Em Vitónica | O potássio, um mineral não só para os músculos
Em Vitónica | Substituições para somar potássio em sua dieta
Imagem | Thinkstock e Thinkstock